CODEPSI

BUSCA AVANÇADA
< voltar

Ensaio

Freud e a Sexualidade *

Andréa Abreu
11/2005

 

 

de que a revolta de gerações passadas frente a uma grande opressão, fracassou, talvez sem perceber, quanto à intenção de criar um novo sistema que trouxesse algo mais prazeroso. Ao escolher o caminho de uma oposição radical em detrimento de uma mudança, surge inversamente o gosto amargo de um pedido de socorro em ato, frente à repetição de um desamparo que não encontra um lugar de referência ao qual se endereçar.               

Não se pode perder de vista, que ao discorrer sobre a necessidade de um entendimento sobre a real natureza do homem, Freud promove também, uma salutar discussão em torno da diferença entre moral e ética. Sem dúvida, as ocorrências dessa ordem presentes na contemporaneidade, criam demandas que se reportam ao conhecimento psicanalítico, sinalizando que se faz necessário situar cada vez mais o real propósito da psicanálise, isto é, se lhe cabe tomar para si a tarefa de promover uma transformação ou ocupar o lugar de uma permanente denúncia.                                                                                                   
Conclusão

A sociedade contemporânea pode ser encarada como resultante de um amplo movimento de contestação em relação às épocas anteriores. Sem dúvida, Freud faz parte de um conjunto de pensadores que deixaram como legado a tentativa de um esclarecimento, em relação a uma rigidez que ainda revelava seqüelas de um obscurantismo. O questionamento freudiano, em particular, deteve-se ao campo da sexualidade, salientando que os caminhos tomados por esta, se refletem no formato de toda cultura. O que não pode ser perdido de vista é o que esta vertente sinaliza: não é a cultura que promove determinado tipo de desenrolar da sexualidade e, sim, o sexual na sua essência pulsional, que delimita a organização das civilizações e as sintomáticas que daí surgem. Assim, novos modelos de relações presentes na contemporaneidade, são índices de um efeito de denúncia.

 

Página          10  11  12  
Página          10  11  12  
< voltar
Os textos podem ser divulgados ou reproduzidos, integralmente, desde que mantenham as informações sobre o autor e sobre a CODEPSI.

Telefone: (21) 4141-9087
© 2018 CODEPSI. Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Créditos: D| Design Estratégico e Interage Solutions