CODEPSI

BUSCA AVANÇADA
< voltar

Ensaio

Freud e a Sexualidade *

Andréa Abreu
11/2005

 

 É relevante que em contraponto a um antigo modelo de repressão denunciado por Freud, foi criado um modelo de liberação na nossa atualidade que também se mostra de algum modo inoperante, na medida em que não contabiliza a dimensão dos limites também referenciados por Freud como imprescindíveis. Ao colocar em cheque tanto a tradição da educação burguesa e religiosa, como também a ordem estabelecida pela cultura médica da sua época, sinalizou que a manifestação de um moralismo absurdo aponta na direção da falta de uma real incorporação de valores éticos.

Neste ponto, reside a fundamental diferença entre a repressão e o recalque. O primeiro termo refere-se a regras impostas de fora, invariavelmente representadas por um sentido adulterado da autoridade gerando simplesmente rebeldias e transgressões enganosas; enquanto que o segundo, surge a partir de um juízo de valor que se origina de um processo de incorporação, o qual é gerado pelo reconhecimento interno de uma Lei. 

Se hoje, a neurose de angústia ganhou a versão da síndrome do pânico, o toc (transtorno obsessivo compulsivo) virou sigla da neurose obsessiva, e o distúrbio bipolar passou a representar a psicose-maníaca-depressiva; acompanhamos o quanto estas se destacam cada vez mais em nossa época, paradoxalmente ao lado da idéia de uma maior flexibilidade muitas vezes justificada como signo de modernidade. Assim, cabe ao psicanalista, assim como coube a Freud, a pergunta constante sobre o que é possível delimitar como diferença e repetição.         

Observa-se atualmente, ao lado de uma suposta compreensão do saber psicanalítico, a evidencia também de novos modos de organizações: há uma crescente reestruturação do modelo familiar, pouco a pouco é conferindo à homossexualidade um reconhecimento viabilizado também por leis jurídicas, e o confronto cada vez maior das descobertas científicas – a exemplo da clonagem – com os dogmas religiosos, provocando questionamentos. Entre outros, estes são dados relevantes de que as sintomáticas se apresentam de forma
Página          10  11  12  
Página          10  11  12  
< voltar
Os textos podem ser divulgados ou reproduzidos, integralmente, desde que mantenham as informações sobre o autor e sobre a CODEPSI.

Telefone: (21) 4141-9087
© 2018 CODEPSI. Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Créditos: D| Design Estratégico e Interage Solutions