CODEPSI

BUSCA AVANÇADA
< voltar

Ensaio

Psicanálise como Ética do fragmento, do transitório

Vera Lúcia Araújo
10/2002

“O século de Freud ainda não começou”.
Lacan, O Seminário, Livro 3.

A psicanálise e a cultura contemporânea

A psicanálise baseia sua atuação em uma ética que se funda no discurso e na experiência psicanalítica, ou seja, se estabelece no reconhecimento do sujeito como desejante, singular em sua diferença essencial face a qualquer outro sujeito.  Esta afirmação já foi cantada, em verso e prosa, nos mais diferentes contextos em que a psicanálise se insere, e parece haver uma concordância a respeito. Porém, consideramos que é preciso estar atento ao que isso significa no contexto contemporâneo, onde percebemos elementos marcantes num mundo globalizado, que se convencionou chamar de “nova ordem social”.

Há uma  grande controvérsia na definição da contemporaneidade. Por muitos é chamada de pós-modernidade, por outros, é entendida como um período de transição e, ainda, por outros tantos, como extensão da modernidade. Mas, seja qual for a denominação utilizada, em termos gerais, facilmente percebemos a grande velocidade em que as coisas acontecem e como somos introduzidos nelas através da veiculação da informação, que nos coloca em tempo real em vários lugares, e também nos retratam a face cruel do mundo. Não podemos negar que nos mais variados setores, isto tudo promove mudanças cotidianas fantásticas em nossas vidas e em nossas idéias, parecendo às vezes nos retirar o direito ao sonho.

Há uma utilização como sinônimos dos termos “pós-modernidade” ou “pós-modernismo”, sendo este último usado por Frederic Jamenson, teórico da cultura da nova esquerda americana. Não nos deteremos na questão terminológica, mas é importante esclarecer que as duas denominações são referentes às etapas históricas de “modernização”, processo sócio-econômico pelo qual se chega ao “modernismo”, o qual engloba os vários projetos culturais que renovam as práticas simbólicas com forte sentimento experimental e/ou crítico. “Pós-moderno” seria um adjetivo que qualificaria uma obra ou atividade deste período.

 

Página          10  
Página          10  
< voltar
Os textos podem ser divulgados ou reproduzidos, integralmente, desde que mantenham as informações sobre o autor e sobre a CODEPSI.

Telefone: (21) 4141-9087
© 2018 CODEPSI. Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Créditos: D| Design Estratégico e Interage Solutions