CODEPSI

BUSCA AVANÇADA
< voltar

Ensaio

A Expressão da Sexualidade na Contemporaneidade *

Patrícia Palombini de Alencar
1/2005

Introdução  

Freud (1930) parece nos fadar à eterna infelicidade ao colocar como irreconciliável a luta entre o indivíduo e a sociedade. Nesta sua grande obra, “O Mal Estar na Civilização”, o autor postula que sempre existirá um preço a ser pago pelo desenvolvimento da civilização, sendo este a perda de felicidade. Ao fazer esta afirmativa, ele parte de um lugar coerente com a sua época, a modernidade, em que põe (1908) que regras e normas rígidas existiam a fim de regular e ajustar as práticas sexuais. A satisfação provinda de uma descarga sexual direta só era permitida, então, dentro de um casamento legitimo e monogâmico com o objetivo da reprodução.

Freud (1930) considera o objetivo sexual como fundamental para a satisfação do indivíduo. Contudo, a realização deste se torna impossível, pois vai de encontro “ao bem viver em sociedade”. Tudo que se remetia ao sexual, principalmente as relações sexuais, sempre estavam embutidas dentro da instância do proibido, do pervertido, daquilo que não se podia dizer, que tinha que ficar calado. E, principalmente, a sexualidade era vista como algo que, se exposto, podia atrapalhar o desenvolvimento da civilização e o alcançar de seu objetivo. O autor, dentro deste contexto, revoluciona o conceito de sexualidade e, ao fazê-lo, consegue perceber o sexual para além do ato sexual, para além do que os indivíduos da época eram permitidos de expressar. Nesse sentido, Freud vê na repressão sexual uma das maiores causas da impossibilidade dos indivíduos de encontrar a felicidade.

Hoje, no entanto, não podemos ignorar a mudança de contexto – de valores – da sociedade moderna para a sociedade atual. A sociedade de consumo se expandiu e com isso milhares de produtos são oferecidos a cada dia trazendo consigo a promessa de felicidade. No discurso de nossa sociedade, a satisfação e o prazer estão sempre presentes, tendo a mídia como grande veículo de nossa ideologia atual. O sexual também se encontra presente no discurso da sociedade de consumo veiculada a essa promoção da satisfação plena. Desta forma, a sexualidade vem sendo exposta através do discurso de nossa sociedade tal e qual todas as outras instâncias midiatizadas, tornando-se um algo/objeto que a sociedade rotula e oferece para ser consumido. Neste contexto, a

Página          10  11  12  13  
Página          10  11  12  13  
< voltar
Os textos podem ser divulgados ou reproduzidos, integralmente, desde que mantenham as informações sobre o autor e sobre a CODEPSI.

Telefone: (21) 4141-9087
© 2018 CODEPSI. Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Créditos: D| Design Estratégico e Interage Solutions