CODEPSI

BUSCA AVANÇADA
< voltar

Artigo

www.bemvindoaosessenta.com

Maria Helena Mossé
10/2010

www.bemvindoaossessenta.com
 
“Leva-se muito tempo para ser jovem”
Pablo Picasso
  
Quando eu era criança, velhos eram os que tinham mais de vinte. Depois, adolescente, os pais e os amigos da família, com idades em torno dos cinquenta, eram velhos. Dos sessenta para cima entravam na categoria de “relíquias da família”. 
Nada como um dia após o outro. Nada como um ano após o outro. Nada como a velocidade com que o tempo passa. Nada como a vida para ensinar as coisas.
Agora estou eu na casa dos sessenta. É o que o calendário mostra, é também o que diz minha carteira de identidade. A minha certidão de nascimento sumiu. Vai ver ela escondia um segredo, ou melhor, a Verdade: minha idade não é esta que os documentos dizem e que o calendário aponta. É muito menos!. Porque por dentro me sinto jovem.
Então eu acordo de manhã e me olho no espelho do banheiro. Quem é esta senhora que está lá?. Parece minha mãe! Os mesmos olhos, as mesmas ruguinhas no queixo, a pele do pescoço que merecia uma esticada. Preciso dizer vinte vezes para mim mesma: esta senhora Sou Eu.
Então por fora não pareço jovem.
Conclusão: o dentro e o fora não combinam mais. Mas será que combinaram um dia? Quando eu era muito jovem era “velha” por dentro, ou seja, não me sentia bem na minha pele. Vou buscar o álbum de retratos: aos quinze anos não sorria para a câmera porque me achava dentuça; aos vinte tinha vergonha dos meus quadris largos e, aos trinta, continuava tímida e não sabia escolher minhas roupas. Nesta época não queria tirar retratos por causa dos meus cabelos. Gosto de minhas fotos aos quarenta e cinquenta: estou de bem comigo mesmo e enfim - sorrio para a câmera!
Mas e agora? Aos sessenta? Será que vou continuar a me sentir bem?
Como é envelhecer numa sociedade que valoriza a juventude; onde a cada minuto vejo uma linda mulher na capa da revista ou, pior ainda, competindo comigo no trabalho, nas relações, na academia, etc.
 
Página   
Página   
< voltar
Os textos podem ser divulgados ou reproduzidos, integralmente, desde que mantenham as informações sobre o autor e sobre a CODEPSI.

Telefone: (21) 4141-9087
© 2018 CODEPSI. Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Créditos: D| Design Estratégico e Interage Solutions